Drenagem Linfática – Por Tathiana Bombonatti

Tempo de leitura: 2 minutos

sistema linfático é constituído por uma rede de vasos capilares, semelhantes às veias, chamados de vasos linfáticos. Os vasos linfáticos estão distribuídos por todo o corpo, com a função de drenar o excesso de líquido que sai do sangue e banha as células, filtrando-o e encaminhando-o para a circulação sanguínea.

O transporte de gordura – principalmente na forma de triglicerídeos – e vitaminas é feito pela linfa do intestino e desemboca no fígado sendo metabolizado e mandando ao sistema circulatório os nutriente e volume sanguíneo de maneira balanceada. Por isso, quando há uma melhora da circulação da linfa, há também uma maior oxigenação dos tecidos do corpo, o que melhora o aspecto da celulite e gordura localizada.

O sistema linfático é muito importante, pois ele protege o nosso corpo de vírus e bactérias, por meio dos glóbulos brancos, portanto, as linfas são fundamentais para o nosso sistema imunológico funcionar corretamente.

Por não ter válvulas que impulsionem a linfa  a massagem se torna bastante necessária para acelerar o fluxo pelo sistema linfático.

A drenagem linfática consiste em uma massagem com movimentos suaves que tem como objetivo estimular e facilitar a passagem da linfa pelo seu sistema circulatório. Ela capta a linfa do espaço extracelular e a encaminha para os linfonodos para que ocorra a evacuação. Os linfonodos superficiais principais estão nas axilas, virilha e joelho.

Deve ser realizada sempre no corpo todo seguindo o trajeto do sistema linfático.

Entre os principais benefícios do método estão a redução da retenção de líquido, ativação da circulação sanguínea, combate à celulite e até o relaxamento corporal. Ela não tem a função de emagrecer!

Por ter a função de diminuir a estagnação de líquidos e o edema é indicada para gestantes e no pós- cirúrgico.

É contra indicada nos casos de câncer, tromboflebite, trombose, septicemia, hipertiroidismo, reação inflamatória aguda, insuficiência cardíaca não controlada, processos viróticos, febre, gestação de alto risco, hipertensão não controlada e insuficiência renal.

A massagem é realizada através de pressões leves. É importante frisar que o método não é doloroso, tampouco deixa hematomas (roxos na pele). Deve ser realizada sempre por profissional habilitado para realizar a técnica.

Tathiana Bombonatti é fisioterapeuta (CREFITO-3/72.187-F) e massoterapeuta, bem como é professora dos cursos de Terapias Corporais e Faciais Estéticas do Instituto Long Tao.

2 Comentários


  1. Fiz durante minha gravidez e depois que nasceu meu bebê, me sentia leve, aumento da micção e relaxada

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *